Final do Ano de 2009

CAROS ENXADRISTAS BAIANOS

Ao final deste ano de 2009, o segundo da gestão da atual Diretoria, a Federação Bahiana de Xadrez sente-se na obrigação de prestar contas das suas atividades, sempre voltadas para a direção do desenvolvimento do esporte e também dos nossos jogadores. Não que achemos ter feito muito, porque muito ainda falta ser feito, mas considerando que conseguimos obter conquistas que estão provocando uma mudança cultural no xadrez baiano, com a introdução de uma mentalidade mais profissional, organizada e que privilegia o esporte como um todo.
Neste sentido vale a pena citar os esforços desenvolvidos, a partir da criação da Diretoria de Desenvolvimento de Xadrez Escolar, para convencermos órgãos públicos a adotar o programa Xadrez na Escola. Já está encaminhada, por exemplo, a proposta para que o governo do Estado implante o esporte em toda sua rede de ensino (projeto está em andamento na Secretaria de Educação do Estado), o mesmo acontecendo com as prefeituras de Salvador, de Lauro de Freitas, Conceição do Jacuípe. E a Prefeitura de Barreiras, a partir dos esforços desenvolvidos pelo nosso vice-presidente da região Oeste, Carlos Barros, já assumiu oficialmente o programa e o aplica em sua rede escolar.
Também creio ser necessário destacar quatro ações pelo fato de ambas serem simbólicas deste nosso esforço para mudanças estruturais no xadrez baiano: a primeira foi a criação das vice-presidências regionais, dando mais espaço e voz para as comunidades enxadrísticas do interior; a segunda foi a criação da taxa federativa, permitindo a formação de um corpo de filiados como já acontece em quase todas as demais federações de xadrez no país (chegamos ao final do ano com 288 filiados em dia, o que ainda é muito pouco para o tamanho do xadrez baiano, considerando que mais da metade é isento e uma outra parcela tem meia isenção); a terceira foi o investimento na formação de árbitros, fazendo com que a Bahia tenha hoje cinco árbitros regionais e oito árbitros auxiliares credenciados pela CBX (quando assumimos havia somente 01 AR); e, por fim, a realização de três torneios para formação de Rating, os IRTs, elevando de 11 jogadores baianos com Rating FIDE, em atividade no ano de 2008, para um total de 29 em dezembro de 2009, o que ajuda a elevar o status do xadrez baiano no cenário nacional.
Vale ressaltar que já está em andamento a organização de mais dois IRT em cidades do interior, ainda no mês de fevereiro de 2010, dependendo a realização destes, exclusivamente, do interesse que demonstrem as cidades a serem agraciadas, o que pode somar mais 16 enxadristas com Rating FIDE a este total.
O que é fundamental lembrar é que tudo o que esta diretoria fez só se tornou possível pelo decisivo apoio da comunidade enxadrística baiana que, esquecendo divisões que porventura tenham existido, uniu-se ao trabalho, participando dos eventos, dando opinião e colaborando quando foi chamada a se fazer presente em momentos como a Final do Campeonato Absoluto de Xadrez. E é com satisfação que lembramos que para cumprirmos a promessa de, pela primeira vez, garantir a presença de representantes de quatro regiões do interior (dez municípios no total), foi necessário apelar para a boa vontade dos enxadristas e vocês não nos decepcionaram, colaborando financeiramente e permitindo a presença de 13 jogadores do interior, o que garantiu uma final com alta representatividade regional.
Para não nos estendermos em demasia, passaremos a citar, em forma de itens, algumas das ações da FBX em 2009. E esperamos que estes dados sejam multiplicados para 2010, de modo a termos um xadrez baiano cada vez mais forte.

GESTÃO 2008/2010

AÇÕES DESENVOLVIDAS PELA DIRETORIA DA FBX

Implementação da filiação anual com cobrança de taxa federativa;
Melhoria e modernização do site (com isto foi possível aumentar sobremaneira o número de visitas, o que é importante para tentarmos, em 2010, captar recursos por meio de anúncios);
Visitas à Sudesb (Superintendência de Desenvolvimento dos Esportes na Bahia - 4 pelo menos;
Visita a Secretaria de Educação do Estado;
Visitas à Secretaria do Bem-estar e Desportos de Lauro de Freitas - 2 pelo menos;
Visitas a Secretaria de Educação, Lazer e Cultura de Salvador – 8 pelo menos
Visita à Diretoria de Marketing da Petrobras;
Visita de comitiva à fábrica de peças de xadrez em Conceição do Jacuípe; e
Criação de diretorias específicas para áreas-chave de atuação junto a comunidade, como:
Diretoria de Desenvolvimento do Xadrez Escolar
Diretoria de Desenvolvimento do Xadrez Universitário
Diretoria de Marketing
Diretoria de Informática
Vice Presidência para o Interior Região Norte;
Vice Presidência para o Interior Região Leste;
Vice Presidência para o Interior Região Oeste;
Vice Presidência para o Interior Região Recôncavo;
Vice Presidência para o Interior Região Extremo Sul;
Vice Presidência para o Interior Região Sul;
Vice Presidência para o Interior Região Sudoeste; e
Consultoria técnica.

APOIO A JOGADORES E ÁRBITROS

Auxílio financeiro (com o apoio da Sudesb) para quatro enxadristas participarem da semifinal do brasileiro absoluto (devido a problemas com o clima, só dois puderam participar), em Vitória;
Auxílio para permitir a participação de dois enxadristas no Continental das Américas, em São Paulo;
Realização de curso básico de arbitragem (ministrado pelo AI Mauro Amaral)
uxilio para permitir que quatro árbitros participassem de curso avançado de arbitragem em Aracaju (Sergipe);
Minicurso de xadrez para professores da rede pública (como parte da programação do II Festival de Xadrez Escolar de Salvador); e
Aquisição de uma licença definitiva do programa Swiss Manager para uso exclusivo dos Árbitros da FBX.

EVENTOS ESPORTIVOS REALIZADOS DIRETAMENTE PELA FBX:

II Aberto do Brasil Cidade do Salvador
17ª Copa Sigma (pela primeira vez a FBX assumiu a organização do evento, num acordo com o patrocinador)
Semifinal do Campeonato Baiano Absoluto da Região Leste (Salvador)
Realização dos três primeiros torneios International Rating Tournament (IRT), para formação de jogadores com rating FIDE:
1º IRT da FBX com sete novos Rating FIDE;
2º IRT da FBX com sete novos Rating FIDE;
3º IRT da FBX com cinco novos Rating FIDE;
Final do Campeonato Baiano Absoluto de 2008 e 2009; e
Campeonato Baiano de Xadrez Blitz 2009.

EVENTOS ESPORTIVOS REALIZADOS COM APOIO DA FBX:

9º Torneio Guararapes
Circuito de Torneios de xadrez rápido do Clube Bahiano de Xadrez.
Classificatórios dos JEBs 2009
Campeonato Universitário;
1º Torneio da Fundação Pierre Verger;
Olimpíadas dos Servidores do Estado
Final dos Jogos Abertos do Interior
Semifinais (classificando jogadores para a final do Absoluto) nas cidades de Feira de Santana, Barreiras, Vitória da Conquista e Senhor do Bonfim.

Desejamos a todos um Feliz Natal e um 2010 pleno de realizações
DIRETORIA DA FBX

FBX - Federação Bahiana de Xadrez

Fundada em 07/11/1960 C.N.P.J./M.F.: 32.698.193/0001-92
Estatutos Registrados no 2º Ofício de Registro de Títulos e Documentos da Comarca de Salvador