Modelo de Folder para Torneios

Caros Enxadristas Baianos e Organizadores de Torneio.


Seguindo a meta da FBX de viabilizar melhores condições para o desenvolvimento do Xadrez Baiano, estamos disponibilizando um Modelo para confecção de Folders e Regulamento Específico de Torneios, para facilitar estes procedimentos.

Julgamos ter observado as principais informações que devem conter em um folder para publicação, mas não encerramos a questão. Entretanto, somos humanos, e podemos ter cometido algum equívoco ou esquecimento. Estamos abertos a observações no sentido de melhorar este trabalho.

Esperamos ter sido úteis ao propósito de nossa nobre causa.

Wilter Pereira Vieira - Diretor da FBX
Jorge Henry Laboussiere - Diretor da FBX

Este cabeçalho não é engessado. O organizador pode fazer as modificações que desejar, desde que contenha as informações básicas como:

nome do evento;
nome e logo do organizador
nome e logo dos patrocinadores e/ou apoiadores.
Pode conter ainda uma informação extra com o Lema dos patrocinadores e/ou apoiadores.
E pode também colocar as marcas de organizadores e patrocinadores e/ou apoiadores, novamente, ao final do folder.

OBJETIVO DO TORNEIO


De forma sucinta.
(Ex: Confraternizar os enxadristas de Juazeiro e região, e Apontar o representante oficial, da Cidade, para a Semi Final do Absoluto Baiano de 2009)
(Ex: Confraternizar os Estudantes de Xadrez da Escola Maria Quitéria e Apontar os representantes da Escola no Campeonato de Xadrez Escolar Feirense de 2009)



* Para Torneios com uso do Swiss Perfect em até 09 rodadas A FBX recomenda que se utilize como critérios de desempate e nesta ordem, os seguintes:, Progressivo, Milésimos Medianos, Milésimos Totais, Sonneborgn Berger, Nº de vitórias e Sorteio.
Se for um torneio Shuring a recomendação dos critérios pela ordem é, Confronto Direto, Sonneborn Berger, Maior nº de Vitórias e Sorteio
** A Informação das Taxas de Registro de Novos Jogadores e de Cálculo de Rating não devem constar do programa nem do folder do torneio. Informar somente o valor da Inscrição, que já deve conter o valor da TCR (Taxa de Cálculo de Rating)


REGULAMENTOS ESPECÍFICOS PARA ESTE TORNEIO



Prever o tempo de atraso (justificado) que será tolerado nas rodadas, por parte do enxadrista. (A FIDE limita em, no máximo, a metade do tempo previsto para cada enxadrista) A partir de 01 julho entra em vigor a Nova Lei do Xadrez aprovada no ultimo Congresso em Dresdem, que prevê tolerância zero com atrazos e faltas.
Prever o numero de rodadas que o enxadrista poderá faltar (justificadamente) sem ser excluído do torneio. (A FIDE limita em duas rodadas). Baseado nestas duas informações, o enxadrista só poderá ser eliminado de um torneio, após a metade do tempo previsto para cada enxadrista, na terceira rodada. Mas o regulamento específico do Torneio pode deliberar diferentemente disto desde que não o exceda em número de rodadas. Recomendamos que não se tolere faltas não justificadas, e se exclua do torneio os faltosos, logo após a falta. Neste caso vale a mesma observação do número 1.
Prever com clareza a situação do Bye ausente. Recomendamos não pontuar o Bye ausente e que somente seja permitido, na primeira rodada, desde que o interessado informe oficialmente, e com antecedência, a direção e a arbitragem do torneio.
Prever com clareza, quem e como será penalizado, no caso de os dois Enxadristas chegarem atrasados para o início de uma rodada. (Observar o regulamento da FIDE para estes casos);
Informar os procedimentos para apelação contra Decisão Arbitral (Formulário, Prazo e Taxa); A taxa deverá ser devolvida ao reclamante, caso sua reclamação seja considerada justa e o resultado solicitado lhe tenha sido atribuído pelo Comitê de Apelação.
Prever a necessidade de material (Tabuleiro, Peças, Relógio, Caneta, etc). (Distribuir as responsabilidades, tipo, Brancas fornece as peças, Pretas fornece o relógio);
Qualquer falta a uma rodada ou mais, deverá ser justificada, por escrito, ao Diretor do Torneio e ao Árbitro Geral, e, em sendo aceita a argumentação, e obedecidas às prescrições regulamentares (nº 2), liberará o Enxadrista para jogar a rodada seguinte; Isso muda depois do dia 01 de julho conforme já especificado no nº 1.
O abandono deve ser comunicado, ao Diretor do Torneio e ao Arbitro Geral, de forma oficial, por escrito, com as devidas justificativas; Este procedimento é para evitar que o enxadrista seja punido de forma mais contundente pela CBX.
Todas as partidas devem ser anotadas de forma legível e inteligível, preferencialmente no processo algébrico, (sob pena de impossibilidade de reivindicação de empate, protesto e apelação) diferenciando-se com precisão as letras minúsculas das letras maiúsculas e tomando-se ainda o cuidado de diferenciar, também com precisão, a letra c da letra e e a letra b da letra h (minúsculas), na planilha oficial. Caso a Arbitragem decida que a planilha não esta em condições de ser entendida, poderá solicitar ao Jogador que refaça a Planilha na forma e linguagem correta. Ao jogador que tenha sido solicitado passar a limpo sua planilha, somente será permitido participar da rodada seguinte após a entrega da referida planilha devidamente preenchida e com perfeita legibilidade (exceto na última rodada quando a planilha deverá ser fornecida logo após a finalização da partida e antes da apuração dos resultados, sob pena de não premiação)
O Enxadrista que não participar do Congresso Técnico, independentemente dos motivos, se obriga a acatar integralmente, o que nele for decidido ou informado pela Organização e Arbitragem, do que, inclusive, não será aceito APELAÇÃO.
Outros tópicos que a organização julgar necessários.

AQUI ACABA O FOLDER



DICAS AO ORGANIZADOR E ADENDO DO CONGRESSO TÉCNICO


(Este tópico não deve constar do folder)



DICAS



Prever no formulário de inscrição, além das informações de ID FBX, ID CBX, ID FIDE, nome completo, data de nascimento, email e cidade que representará, um pequeno texto em que o inscrito se comprometa acatar todos os Regulamentos FIDE em vigor incluindo o Regulamento Específico deste Torneio e ainda proceder com dignidade cavalheiresca sempre, e, quando houver ou presenciar ato atentatório ao bom desenvolvimento do Xadrez, participar à direção ou à arbitragem do Torneio para que sejam tomadas as devidas providências.
Providenciar formulários de recibos de inscrição e TAF (Taxa Anual Federativa);
Providenciar formulários para utilização por parte dos jogadores em caso de necessidade de apelar contra Decisão Arbitral;
Providenciar recibos a serem fornecidos para o pagamento das Taxas de Apelação e de Inscrição;
Providenciar formulários para justificativas de faltas e abandonos;
Remeter, logo após o inicio da primeira Rodada, a relação dos participantes do evento, para os endereços (emails) constantes no final do Informe nº 4 da Diretoria da FBX no Site da FBX.
Incluir no relatório final de arbitragem as informações adicionais sobre atrasos, faltas e abandonos, para que sejam tomadas as devidas providências.


CONGRESSO TÉCNICO


Formar o comitê de apelação com membros participantes do torneio e de notório saber sobre as Regras, na seguinte proporção:
Eventos com até 50 participantes, terão 03 componentes;
Eventos com 51 a 100 participantes, terão 05 componentes;
Eventos com 101 ou mais participantes, terão 07 componentes.
Lembrar sobre a proibição de uso de aparelhos eletrônicos, exceto o Relógio de Xadrez;
Lembrar aos participantes sobre as leis do Xadrez quanto a atrasos, faltas e abandonos, principalmente no tocante às conseqüências.
Solicitar empenho dos Enxadristas no sentido de usar letras legíveis na anotação;
Informar o processo de anotação que deve ser utilizado, para possibilitar reclamações e apelações;

Todas as partidas devem ser anotadas de forma legível e inteligível, preferencialmente no processo algébrico, (sob pena de impossibilidade de reivindicação de empate, protesto e apelação) diferenciando-se com precisão as letras minúsculas das letras maiúsculas e tomando-se ainda o cuidado de diferenciar, também com precisão, a letra c da letra e e a letra b da letra h (minúsculas), na planilha oficial. Caso a Arbitragem decida que a planilha não esta em condições de ser entendida, poderá solicitar ao Jogador que refaça a Planilha na forma e linguagem correta. Ao jogador que alegar impossibilidade de copiar desta forma (legível e inteligível) sua planilha, a organização do Torneio disponibilizará uma máquina de escrever, e em tendo sido fornecida, a máquina, este jogador só poderá apresentar sua planilha datilografada por este meio. (se houver disponibilidade de meios, poderá ser utilizado um computador, desde que não seja o mesmo em que se esta realizando o torneio). O jogador que possua notória dificuldade na confecção da planilha poderá utilizar-se de computador próprio para digitá-la e imprimi-la, após a realização de sua partida fornecendo a planilha impressa à direção do torneio antes da próxima rodada. Ao jogador que tenha sido solicitado passar a limpo sua planilha, somente será permitido participar da rodada seguinte após a entrega da referida planilha devidamente preenchida e com perfeita legibilidade (exceto na última rodada quando a planilha deverá ser fornecida logo após a finalização da partida e antes da apuração dos resultados, sob pena de não premiação)
Outros que a arbitragem ou a Organização julgarem necessários.

FBX - Federação Bahiana de Xadrez

Fundada em 07/11/1960 C.N.P.J./M.F.: 32.698.193/0001-92
Estatutos Registrados no 2º Ofício de Registro de Títulos e Documentos da Comarca de Salvador